domingo, 31 de janeiro de 2010

Com fíria e raiva - Sophia de Mello Breyner

Assunto: A FORÇA DO INEVITÁVEL...
Data: 31/Jan 15:47
ATRAVESSO O DIA TENTANDO NÃO ENCONTRAR AS PALAVRAS AFIADAS, QUE SE ESPETAM NA ALMA, QUE ME BAPTIZAM DO QUE NÃO SOU, QUE FAZEM DE MIM CARTA MARCADA,QUE ME JOGAM ÁS ALTURAS PARA CAIR DESAMPARADA, QUE GRITAM DE MIM AO MUNDO, QUE DE MIM RIEM, QUE EM MIM BATEM, QUE ME DESPREZAM E CALUNIAM.NÃO FOI SEMPRE ASSIM, MAS ESQUECI OS ANTIGOS CAMINHOS ONDE A LUZ ERA O CÂNTICO DA PAZ, ONDE ME CRUZAVA COM A ALEGRIA E A ESERANÇA NO AMANHÃ.UM DIA ACORDEI E NÃO LEMBRAVA. SIMPLES ASSIM.E POR ISSO ESTA TENTATIVA DE ME DEFENDER. É DIFÍCIL CONSEGUIR. ELAS ESTÃO EM TODOS OS CANTOS, TODAS AS TRAVESSAS E VIELAS, SE ENCONTRAM MESMO NAS GRANDES AVENIDAS.INEVITÁVEL É QUE ME ENCONTREM.POR MAIS QUE TENTE CORTAR-LHES AS VOLTAS ELAS ESTÃO LÁ. LANÇAM-SE SOBRE MIM COMO ABUTRES SOBRE CARNIÇA, E EU NEM TENTO FUGIR. NÃO HÁ PARA ONDE. DEIXO QUE SACIEM A FOME DO DIA....QUANDO SE ESTÁ CONSCIENTE DA POUCA FORÇA QUE SE TEM, HÁ QUE RECONHECER QUANDO O ADVERSÁRIO NOS TRANSCENDE...EM ANEXO UM BEIJO!
.
Distribuído por Moranguinho Pereira (hi5)
.
.

COM FÚRIA E RAIVA
.
.
Com fúria e raiva acuso o demagogo
E o seu capitalismo das palavras
.
Pois é preciso saber que a palavra é sagrada
Que de longe muito longe um povo a trouxe
E nela pôs sua alma confiada
.
De longe muito longe desde o início
O homem soube de si pela palavra
E nomeou a pedra a flor a água
E tudo emergiu porque ele disse
.
Com fúria e raiva acuso o demagogo
Que se promove à sombra da palavra
E da palavra faz poder e jogo
E transforma as palavras em moeda
Como se fez com o trigo e com a terra
.
.
SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN 
.
.

Sem comentários: